quarta-feira, 25 de março de 2009

Quebrando o ódio


Por Bruna Bianconi

Quando falamos sobre a revolução do coração, entendemos que uma mudança muito grande vai ser feita dentro de um órgão que tem tanto poder sobre nossas ações.

O coração nos lembra sentimento, amor ou ódio, e nos dias de hoje devido ao grau de perdição e quebra de valores desse mundo, é muito mais fácil e pratico odiar, porque o sentido do amor não esta mais de acordo com o sentido que as pessoas dão a vida.

Se a gente observar friamente veremos que a sociedade nunca poderia ser transformada por nós seres humanos, porque nossas capacidades são muito limitadas, mas se a gente observar de outro modo veremos que com fé em Deus essa situação da sociedade é uma barreira que pode ser quebrada pelo amor de Deus.

O problema é que muitas vezes deixamos as situações da sociedade endurecer nossos corações, perdemos a fé que tanto tínhamos e queremos ter o controle da situação.

O homem tem natureza egoísta, essa é a realidade, quer fazer as coisas em seu nome, para ser reconhecido e não morrer como um zé-ninguém, nossas limitações humanas nos impedem de aceitar o fato de que somos totalmente dependentes de Deus.

Quando pedimos a revolução do coração, estamos pedindo também a libertação do nosso ego, sem contar a força para agir conforme o coração de Deus, e não o nosso.

Não é uma tarefa tão simples, mas é totalmente possível se colocarmos nossas vidas diante de Deus, para Ele somente, é possível todas as coisas.

Logo voltamos ao primeiro assunto, nós não somos capazes de mudar essa sociedade tão individualista, egocêntrica e fria, mas Ele é capaz de mudar isso através de nossas vidas.

Se colocarmos nossas vidas em suas mãos, e pedir que Ele comece essa mudança em nossas vidas, Ele ira nos capacitar para que possamos transmitir esse amor aos outros, de modo que eles sejam tocados por Deus, e busquem assim essa mesma transformação.

Tudo começa em nós, se ouvirmos a voz de Deus, se aceitarmos o fato de que nada somos sem Ele, poderemos começar a revolucionar essa situação.

De forma com que Ele coloque em nosso coração um amor que nada quer em troca, um amor que só existe para amar, um amor que não existe com a convivência, com aprender a amar, mas um amor que ultrapassa as diferenças humanas que existem, um amor que ama mesmo em momentos difíceis, um amor que não abandona, um amor que hoje em dia esta tão perdido mesmo sendo tão buscado.

Será que estamos amando como Ele ama? Será que temos buscado isso? Talvez só quando fizermos isso, por mais difícil que seja, buscando fé em Cristo, poderemos começar a revolução ao nosso redor, afinal, o amor é a base, se Deus não nos amasse tanto, nem estaríamos aqui.

Para quebrar a barreira do ódio que existe nas pessoas, só com muito amor.

4 comentários:

Juliane Oki Carraro disse...

Excelente texto.
Que possamos viver esses amor todos os dias de nossas vidas, para que o mundo saiba que o nosso Redentor vive!
Bjss
Deus abençoe

bru. disse...

adorei o texto bru :)
só com amor mesmo...

Atreyu disse...

Tem uma pessoa que precisas ler isso!!!

Tati disse...

Palavras muito bem escolhidas para traduzir toda a intensidade desses desejos e fatos.

Que O Amor de Nosso Criado possa transcender todas as coisas e que através de nossas vidas todo sentimento de ódio ou semelhante a ele, seja totalmente extinto de nossa nação.

Deus abençoe

Abraços